domingo, 17 de agosto de 2008

Nicho de mercado para os pequenos negócios: armarinhos com produtos e aulas de artesanato

A professora Joana vem de uma cidade vizinha dar aula em Ouro Fino e diz que compensa todas as despesas que têm com transporte e alimentação

Grandes lojas de departamentos há muitos anos abdicaram de ter um seção específica para as miudezas catalogadas como produtos de armarinhos: botões, elásticos, linhas, agulhas de costura, tricô ou crochê, lãs de todos os tipos e cores. Alegam dificuldades de controle do estoque e a pouca margem na comercialização desses produtos.

Ponto para micro e pequenos negócios, que continuam indo muito bem nessa lida de vender um pouquinho de tudo. Mas para aumentar a freguesia, muitos armarinhos estão inovando: passaram a vender também artigos especiais para presentes e material para artesanato. Há os que inovaram ainda mais. Se há espaço disponível, transformam parte das instalações em salas de aulas. Os professores são pagos diretamentes pelos interessados. E o armarinho ganha vendendo tudo que o pessoal precisa para tricotar, crochetar, bordar, ou fazer lindas caixas decorativas e utilitárias.

Alunas e professora são perfeccionistas: não deixam escapar nenhum detalhe capaz de deixar a peça mais bonita.

Este armarinho das fotos está localizado na principal rua de Ouro Fino, cidade do sul de Minas, a 13 de maio. O ponto é excelente e antes ali funcionava uma mercearia e depois um bem instalado mini mercado do Sr. Estanislau, que criou os filhos à frente do negócio. Mas Ouro Fino, perto de cidades grandes como Campinas e mesmo São Paulo, não está imune a concorrência de redes de supermercados que proliferam no interior, das quais quem vive em Brasília sequer tem noção.


Tudo que as alunas precisam pode ser comprado no armarinho que funciona no térreo. A sala de aula bem iluminada e arejada facilita a concentração no trabalho

Já velhinho, o Sr. Estanislau aposentou-se e passou o ponto para a filha que fez ali uma verdadeira revolução. Na parte de baixo, é um armarinho tradicional que também vende produtos para artesanato de todo o tipo. Em cima, passou a funcionar uma grande sala de aula. Cada dia uma professora diferente para uma diferente técnica. Neste dia, que estive lá, final de julho, ensinava-se como fazer caixas decorativas. Não resisti de tão lindas e comprei várias feitas pela minha prima Ângela.

11 comentários:

Tati Belleza disse...

Clara,
Nem sei como vim parar em sua página. Acredito que foi sorte, porque venho procurado artigos sobre este assunto.Tenho vontade de montar uma loja neste seguimento, mas a única coisa que entendo é fazer artesanato.Graças a internet e pessoas como vc que é que a vida fica mais fácil.
Pretendo abrir uma "LOJINHA" exatamente assim como vc descreve.
Sem querer ser atrevida, mas gostaria de saber como começar esta empreitada.
Um grande abraço e espero poder entrar em contato com vc mais vezes.

fenix disse...

RITA FROTA
QUERIDA CLARA

GOSTARIA DE UMAS DICAS SOBRE COMO ABRIR UM ARMARINHO AQUI EM MEU BAIRO.
EU UM BAIRO EM CRESCIMENTO CARENTE DE MUITAS COISAS UMA DELAS E ESTA,A PARTE DE AMARINHO E TRABALHOS MANUAIS,TENHO UM POUCO DE TECNICAS ARTEANAIS,CONHECO AMIGAS QUE SAO OTIMAS E VIVEM DISSO.SOU ARTISTA PLASTICA INICIANTE. SE DER P/ VC ME DIZER SOBRE FORNECEDORES, MAQUINAS, O QUE E BOM DE SAIDA, FICARIA MUITO GRATA, EM MEDIA QNT SE GASTA PRA ABRIR? MEU CAPITAL E'CURTO POIS ESTOU VIUVA A POUCO TEMPO, TENHO UM CARRO Q VALE UNS TRINTA MIL, VIVO DA PENSÃO QUE ELE ME DEIXOU Q CURTA E' NAO VOU TER QUEM ME AJUDE, SO O BANCO POIS A GERENTE E MUITO MINHA AMIGA, JA TIVE, BUFET
E PADARIA, MAS COM A MORTE DELE E QUE VI QUE DORMIA COM INIMIGO, MAS ISSO E OUTRA HISTORIA.
ESPERO Q VC NAO SE ESQUHE'CA DE MIM.
BJS, E MUITO SUSSECO P'RGA VCS.
RIO DE JANEIRO, 7 DE FEVEREIRO 2O1O

eli disse...

ESTOU QUERENDO ABRIR UM ARMARINHOS COM PRODUTOS DE ARTESANATO,POIS TEM VARIAS TÉCNICAS, E MORO ENFRENTE A UM POSTO DE SAÚDE E DO LADO UM ESCOLA, E QUI NA MINHA CIDADE É MUITO DIFICL ENCONTRAR PRODUTOS DE ARTESANATO ,GOSTARIA QUE MEDESE ALGUNAS DICAS DE COMO ABRIR ESTE MEU NEGOCIO QUE E O MEU SONHO E TEM CERTEZA QUE DEUS VAI ME GUIAR

Deise celia disse...

cLARA
tENHO VONTADE DE ABRIR UM ATELIÊ ,POIS FAÇO ARTESANTO JUNTO COM A MINHA FILHA DE EVA, FELTRO, TECIDOS E GOSTARIA DE ABRIR UM ATELI~E ONDE EU POSSA DAR AULA E VENDER OS MEUS PRODUTOS CONFECIONADOS. GOSTARIA DE SABER COMO COMEÇAR OS PONTOS IMPORTANTES PARA EU COMEÇAR.
UM ABRAÇO E ESPERO PODER ENTRAR EM CONTATO com vc. ATRAVÉS DO E-MAIL deisecelia@hotmail.com

Dani Schwab disse...

OI Clara,
gostaría de abrir um armarinho / ateliêr, tu terias alguma dica, idéia sobre o investimento inicial, fornecedores?
Agradeço a atenção
estudiocraft@hotmail.com

Ana Cláudia disse...

Olá, estou procurando saber como faço para abrir um atelie, queria saber mais ou menos quanto preciso de investimento inicial. Se você puder ajudar agradeço.
Hoje em dia faço biscuit mais tenho o meu emprego fixo.

Meu e-mail: claumuniz@gmail.com

Tatiana disse...

Me interessei demias sobre seu post, sou artesão e na minha cidade temos poucos locais interessantes pra artesanto, gostaria também de ajuda pra iniciar esse negócio.

Tatiana disse...

oi

Eliane disse...

Oi,clara adorei seu blog,gostaria de obter algumas dica de como eu e meu filho poderia-mos abrir um Mini Ateliê ,pois trabalhamos com artesanatos e não sabemos por onde começar ,desde já obrigada!

Armarinhos Minas Gerais disse...

Pra quem esta querendo inciar o ramo de Armarinhos, Confira nossa Loja e Oferta!
www.armarinhosmg.com.br

2/04/2012 disse...

oi, Clara sou baiana gostaria de abrir um armario completo minha cidade é Coaraci e pequena não encontramos quase nada temos quer ir a Itabuna. me der ideias e onde comprar com preços bom, entre em contato comigo zetefrança@hotmail.com
msn ou orkut Deus te abençoe